• Gorethy

VISAGISMO E O PODER DA PRESENÇA

Atualizado: 22 de Out de 2018

A adequação da imagem exterior ao temperamento pode melhorar os relacionamentos e elevar a autoestima.


Por: Rosineli Brandão.


Buscando a melhor versão de nós mesmos, é hora de priorizar o autoconhecimento, ser inteligente emocionalmente, fazer e ser diferente.


Uma importante ferramenta para chegar a esse objetivo é o Visagismo, arte de criar uma imagem pessoal que revela as suas qualidades interiores, de acordo com características físicas e os princípios da linguagem visual (harmonia e estética), utilizando a maquiagem, o corte, a coloração e o penteado do cabelo, a forma de se vestir e se comunicar, entre outros recursos.


Mas como somos afetados pela imagem que expressamos e pelas imagens que vemos?

Hoje recebemos muito mais informações pela imagem do que pela palavra. Todos os dias, ao nos vestir ou maquiar, passamos uma mensagem para o mundo. Muitas vezes essa mensagem não é racional, assim como nem sempre essa comunicação é bem-sucedida.

As imagens são muito poderosas. Apenas cinquenta milésimos de segundo são necessários para se formar a impressão ou julgamento de uma imagem. Elas agem sobre as emoções e, somente depois, há um processamento racional, mas, ainda assim, influenciado pela primeira impressão, que permanece. São capazes de transmitir conceitos, ideias, sensações e valores, afetando o comportamento e o modo como pensamos, sendo estimulados a agir de uma determinada maneira e influenciando nossos relacionamentos.


Como a percepção de beleza é afetada pela história e contextos sociais, ela muda com o passar do tempo. Há 50 anos, por exemplo, não imaginaríamos ter que estudar formas para ressaltar a beleza de uma mulher de 80 anos, que hoje está socialmente e profissionalmente ativa. É importante que profissionais da imagem possam oferecer soluções, onde o mais belo de cada um seja valorizado, sem comparações e sem padrões rígidos.


Como o visagismo é aplicado?

Utilizando intencionalmente as linhas, formas e cores na composição de uma imagem, conseguimos transmitir a informação desejada. Um bom exemplo para análise é uma imagem pessoal: O formato do rosto, as suas feições, as características físicas, o comportamento, o jeito de andar, sentar, entre outras, pode mostrar características da personalidade.

A partir do autoconhecimento, você decide qual a imagem quer passar e aprende a utilizar as formas, linhas e cores a seu favor, tanto no vestir, na maquiagem, no cabelo, como nos acessórios.


O melhor momento da sua vida

É quando o visagista faz a adequação entre imagem exterior com o temperamento da pessoa, proporcionando um encontro consigo mesmo. É a você quem decide o que adequar e qual imagem quer expressar. Se ver e se reconhecer é incrível e o verdadeiro significado de identidade visual. Sem paradigmas, sem regras impostas pela mídia, sem precisar se transformar em outra pessoa e o melhor, sem a preocupação se a sua imagem é bonita para os olhos dos outros.

E você, tem a sua identidade visual ou de sua empresa/negócio bem definida? Ela está adequada ao que você quer transmitir para as pessoas com quem se relaciona?

É muito importante que nossa imagem comunique exatamente o que queremos expressar. Assim, uma imagem adequada ao seu temperamento, a quem você é, pode influenciar nos seus relacionamentos pessoais e profissionais.


Por: Rosineli Brandão.

0 visualização

RECEBA MEUS EMAILS

© 2023 por Coisas Encantadoras. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon